mulher india sorrindo

Hoje, a Portas Abertas no Brasil completa 39 anos de serviço aos cristãos perseguidos. Mas você sabe como tudo isso começou?

A história se inicia com um jovem chamado Anne van der Bijl, chamamos ele de Irmão André. Ele foi chamado por Deus para uma difícil missão: apoiar cristãos de trás da Cortina de Ferro. Na época, submetidos ao regime comunista, cristãos locais não tinham Bíblias ou qualquer tipo de literatura cristã.

Levando em seu Fusca uma caixa de Bíblias, em 1955, o Irmão André marcou o humilde começo da Portas Abertas como organização, que hoje atua em mais de 60 países!

Anos depois, em 1977, no Brasil, uma irmã chamada Elmira soube que o Irmão André passaria pelo Brasil. Depois de participar do culto no qual ele compartilhou a realidade de cristãos ao redor do mundo, principalmente atrás da Cortina de Ferro, ela e outros brasileiros firmaram o compromisso de ajudar a Igreja Perseguida em oração e recursos financeiros.

Assim nasceu o escritório da Portas Abertas no Brasil, em 1º de maio de 1978, na casa da irmã Elmira e anos depois em um local próprio. Aos poucos, a organização se oficializou como sendo o ministério que tem o papel de conscientizar a igreja brasileira sobre como servir os cristãos perseguidos.

Compartilhe conosco como você conheceu este ministério e as mudanças causadas por ele em sua vida. Saiba mais da história aqui.